Bloguinho Infantil

Neste bloguinho vamos contar histórias, contos e escrever poesias.
E você também pode participar com textos, desenhos e versinhos.

Tem jogos, diversões, receitinhas fáceis e muito mais!


Clique na Alice com sua gatinha Dinah

Contato do Bloguinho

Calendário


Reloginho

Depende de você!

Mundo do Sítio do Pica-pau Amarelo

Mundo do Sítio do Pica-pau Amarelo
Mundo do Sítio do Pica-pau Amarelo (clique na Emília)

O Bloguinho nasceu em 9 de setembro de 2010

O Bloguinho nasceu em 9 de Setembro de 2010

Número de visitas que já recebeu:

contador de visitas
Pessoas online

Borboletas

Gatinho brincalhão

Curta Livro com Pezinhos no Facebook
Informe-se através do e-mail:livrocompezinhos@yahoo.com.br

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Emília, meu tipo inesquecível!

Ivana Maria França de Negri

Nunca houve alguém tão adorável como a boneca Emília, inspirada criação de Monteiro Lobato, a que não tinha “papas na língua”.
No início, apenas uma boneca de pano muda e estática, mas depois de tomar as tais pílulas falantes do doutor Caramujo, abriu a “torneirinha de asneiras” e começou a falar como uma matraca. Tagarela, questionava, teimava e não desistia nunca. Petulante, desafiava todas as normas e viveu sempre à frente do seu tempo.
Não era linda como as bonecas de louça, louras e de olhos azuis, mas sim uma espevitada e impertinente bonequinha de trapo, nas palavras do próprio Lobato.
Falava pelos cotovelos e dizia o que vinha na telha. Interesseira que só ela, casou-se com o Marquês de Rabicó apenas para ganhar o título de nobreza. E virou Marquesa, tudo o que queria. A boneca de retalhos, confeccionada pela Dona Benta para a neta Lúcia, a menina do narizinho arrebitado, mais precisamente Narizinho, era a própria representante do movimento feminista, antes mesmo dele se iniciar.
Dizia de si mesma: “eu sou a independência ou morte!”. Filósofa, costumava afirmar que a verdade era uma espécie de mentira tão bem contada que ninguém desconfiava. Não tinha medo de nada, e sempre se metia onde não era chamada.
Ao visitar os vícios de linguagem encarcerados por Dona Sintaxe, a “impagável” Emília revolta-se ao encontrar o Neologismo entre eles e o solta.
- “ Não mexa, Emília – grita Narizinho. Não mexa na língua que vovó fica danada...”
- Mexo e remexo! replica a boneca batendo o pezinho – e foi e abriu a porta e soltou o Neologismo, dizendo: -“ Vá passear entre os vivos e forme quantas palavras novas quiser!”
Era apenas uma bonequinha de pano, com olhos de linha preta, uma “diabinha”, segundo dona Benta. Mas acabou virando Marquesa graças a sua esperteza e atrevimento. Povoou os sonhos de muitas gerações e continua a ter sua legião de fãs.
 
Emília e seu criador, Monteiro Lobato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leve o Bloguinho para o seu site!

Marcadores

Administradoras do Bloguinho

Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Ivana Maria França de Negri



Minha lista de blogs e links legais

Brinque com o Totó

Alimente os peixinhos

Clique nos peixinhos

Alimente as Tartaruguinhas

Alimente o sapinho

Brinque com os pinguins

Hamster


Clique e estoure!

Migui adotado pela Mariana

Dê banho no Cascão

Espinho - cuide bem desse bichinho

Brinque com o cãozinho Bob

Esta é a Florzinha - Come cenouras e pula

Brinque com a gatinha Lolita

Amigo não se compra! Adote!