Bloguinho Infantil

Neste bloguinho vamos contar histórias, contos e escrever poesias.
E você também pode participar com textos, desenhos e versinhos.

Tem jogos, diversões, receitinhas fáceis e muito mais!


Clique na Alice com sua gatinha Dinah

Contato do Bloguinho

Calendário


Reloginho

Depende de você!

Mundo do Sítio do Pica-pau Amarelo

Mundo do Sítio do Pica-pau Amarelo
Mundo do Sítio do Pica-pau Amarelo (clique na Emília)

O Bloguinho nasceu em 9 de setembro de 2010

O Bloguinho nasceu em 9 de Setembro de 2010

Número de visitas que já recebeu:

contador de visitas
Pessoas online

Borboletas

Gatinho brincalhão

Curta Livro com Pezinhos no Facebook
Informe-se através do e-mail:livrocompezinhos@yahoo.com.br

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

POEMAS INFANTIS


Meu Relógio Favorito
Carla Ceres

                                    Acordei de madrugada,
                                    Ouvindo o relógio cuco.
                                    Esse relógio caduco
                                    Estava de brincadeira.
                                    Cantou umas doze vezes,
                                    Disse que era meia-noite,
                                    Despertou a casa inteira.

                                    Que meia-noite, que nada!
                                    Eram três da madrugada
                                    E o relógio não sabia.
                                    Ou só quis fazer zoeira
                                    Ou talvez até pensasse
                                    Que já era meio-dia.

                                    Antes daquele acidente,
                                    O relógio funcionava.
                                    Marcava o tempo certinho
                                    E, a cada hora, cantava.

                                    Concordo, a culpa foi minha.
                                    Levei bronca, ouvi sermão,
                                    Fiquei meses de castigo,
                                    Porque esbarrei de levinho,
                                    Quando subi na cadeira,
                                    Para olhar o passarinho
                                    E o relógio foi pro chão.

                                    Até deu pra consertar,
                                    Desentortar a portinha,
                                    Mas deixou de funcionar
                                    Como um relógio decente.
                                    Agora canta pra gente
                                    Na hora que bem quiser,
                                    Mas é muito divertido
                                    Ter um cuco assim caduco,
                                    Não um relógio qualquer.

                                               Dar Corda
 Carla Ceres


                                   Por que que a gente dá corda
                                   Se o relógio não concorda
                                   Com a hora que a gente quer?

                                   Por que que a gente dá corda
                                   Se cada relógio acorda
                                   A gente do melhor sono,
                                   Se nunca pode esperar
                                   Um minutinho sequer
                                   Antes de mandar parar
                                   A brincadeira legal
                                   E tratar de tomar banho,
                                   Estudar ou trabalhar?

                                   Faz sentido alimentar
                                   Com pilhas ou baterias
                                   Esses relógios mandões
                                   Que azucrinam nossos dias?

                                   Pensando bem, é melhor
                                   Eu parar de reclamar.
                                   Amanhã tem excursão
                                   Pro parque de diversões.
                                   Se meu relógio se ofende
                                   Pode até não me chamar.

                                               Artes do Vento
 Carla Ceres


                                               Passou um vento exibido
                                               na porta da minha casa.
                                               Precisa ver que beleza
                                               De tapete que ele fez!
                                               Colheu flores nos ipês,
                                               e forrou toda a calçada.
                                               Depois tornou-se um buquê
                                               e girou amarelindo
                                               formando o redemoinho
                                               mais incrível que eu já vi.
                                               Por fim, o artista vaidoso
                                               ventou feliz na varanda,
                                               tocou música animada
                                               nos nossos sinos dos ventos.
                                               Não resisti e aplaudi.


terça-feira, 1 de outubro de 2019

Passando o dia com o Miguel

Um projeto muito legal do Colégio Piracicabano! 
As crianças, juntamente com os professores, confeccionaram um boneco. Escolheram um nome para ele e doaram as roupinhas. Ele tem seis anos, como as crianças dessa classe.
A cada dois dias é sorteado um aluno para levar Miguel para casa e cuidar dele. 
Depois, os pais ou responsáveis, escrevem no diário do boneco as atividades que fizeram com ele. Alguns doam roupinhas, pijama, meias, sapatos, e o Miguel vai na casa de cada um com sua mochilinha de roupas.
As crianças ficam eufóricas e ansiosas para que chegue o dia de levá-lo pra casa!
Miguel anda de bicicleta, de skate, joga bola, vai ao clube, ao cinema, ao shopping, conhece cachorros, gatos, papagaios das crianças, almoça, janta, toma lanche e dorme nas camas com elas. 
Miguel, no dia seguinte,  vai de uniforme para o colégio!
Que dia mais feliz!


Miguel jantando pizza
Miguel no balanço
Miguel de cavalinho
 Miguel sendo apresentado à Dinah
 Com o gatinho Ninho
 Lili e Miguel

 Assistindo TV
 Hora de nanar
 Na cabaninha com o Gordo
 No ÔBA perdendo o sapato

















 Miguel comendo bombons
 Miguel no balé
 Contando histórias para o Miguel
 Miguel com o Frangolino

 Miguel passeando de carro
 Miguel comendo comida vegetariana com a Lili
 Miguel participando do Halloween









segunda-feira, 30 de setembro de 2019

A Fada do Dente de novo!

Hoje 30/09 de 2019, a Fada do Dente levou o dentinho da Ana Laura!
Doze dias depois de levar o da sua irmãzinha gêmea Ana Liz!

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Curiosidades sobre os dias da semana


O que significa a palavra "feira" nos dias da semana?
E por que sábado e domingo não tem "feira"?
Na Idade Média, os nomes dos dias da semana vinham de deuses pagãos como Lua e Marte. Mas o Papa Silvestre II decidiu que não seria assim.
Ele resolveu usar numerais seguidos da palavra "feira", que em latim, quer dizer "feria", data festiva. Feria significava que não era dia santo, por isso poderiam fazer negócios,
Sagrados eram o sábado (shabat - descanso em hebraico). Nesse dia as pessoas descansavam.
E no domingo, dia do Senhor, iam homenagear Deus.
Agora você já sabe a origem dos nomes dos dias da semana!

domingo, 18 de agosto de 2019

Circo sem Animais!

Antigamente os circos utilizavam animais em seus espetáculos. Muitos deles apanhavam para aprender os truques.
Hoje, bem poucos circos usam animais porque existem leis federais proibindo essa prática cruel.
Não prestigie cricos com animais!






Animais devem viver livres na natureza e não acorrentados!

A tendência mundial é que mais e mais países proíbam essa prática cruel.
No Brasil alguns estados já proibiram: Goiás, Alagoas, espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Lançamento do livro "A Lenda da Inhala Seca", pelo Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba


 Crianças atendidas pelo CASE - Bosques do Lenheiro

 Presidente do IHGP, Valdiza Capranico,  falando para as crianças sobre a importância de se divulgar as lendas da cidade


 Declamando as Quadrinhas para a  Inhala Seca
 A avó autora do livro com a neta Ana Clara que fez as ilustrações 






Leve o Bloguinho para o seu site!

Marcadores

Administradoras do Bloguinho

Carmen Maria da Silva Fernandes Pilotto
Ivana Maria França de Negri



Minha lista de blogs e links legais

Arquivo do blog

Brinque com o Totó

Alimente os peixinhos

Clique nos peixinhos

Alimente as Tartaruguinhas

Alimente o sapinho

Brinque com os pinguins

Hamster


Clique e estoure!

Migui adotado pela Mariana

Dê banho no Cascão

Espinho - cuide bem desse bichinho

Brinque com o cãozinho Bob

Esta é a Florzinha - Come cenouras e pula

Brinque com a gatinha Lolita

Amigo não se compra! Adote!